O Cardeal Cerejeira : Patriarca de Lisboa / Moreira das Neves

30.00 

1 em stock

Descrição

Obra profusamente ilustrada com fotogravuras e fac-similes de documentos académicos. Contém fotogravura com a Casa dos Grilos em Coimbra assinalada com os quartos contíguos de Oliveira Salazar e do cardeal Cerejeira enquanto académicos. Obra fotobiográfica com excelente aparato gráfico e impressa a duas cores. Contém a história do Patriarcado de Lisboa – ilustrado com os seus Prelados e Patriarcas e apresentando as fundações dos novos seminários e a recuperação dos antigos seminários, tal como o de São Paulo em Almada com imagens das suas instalações. Fotobiografia inclui gravuras e imagens da sua aldeia natal (Lousado, Famalicão, Minho) e da sua família; sendo a restante obra repartida pelas reportagens das suas viagens no continente, nas colónias portuguesas, no Brasil e em Roma.


Monsenhor Dom Francisco Moreira das Neves (Gandra (Paredes), 18 de novembro de 1906 – 31 de março de 1992), foi um padre católico, escritor, jornalista e poeta português.

Como literato, ficou célebre por um estudo das ideias de Guerra Junqueiro.

Foi um dos principais colaboradores do Cardeal Cerejeira, de quem foi biógrafo.

Entre as suas realizações encontra-se o grande impulso que deu às comemorações do Duplo Centenário da Independência de Portugal, em 1940 que teve o propósito de evocar a data da Fundação do Estado Português (1140) e da Restauração da Independência (1640) , após ter escrito no final de 1939 o seu artigo «Uma Cruz basta para dizer, na História, quem é Portugal», campanha essa que originou grande quantidade de cruzeiros e outros pequenos monumentos existentes em todo o país sob essa égide patriótica, em particular na sua terra natal Gandra, onde foram construídos dois cruzeiros.

Foi subdirector do jornal Novidades até 1974 (colaborador do jornal desde 1934), um dos directores da editora União Gráfica, co-fundador da Rádio Renascença (Emissora Católica Portuguesa), havendo colaborado também na RTP.