Violência e Islão / Adonis

Entrevistas Com Houria Abdelouahed.

10.00 

1 em stock

Descrição

SINOPSE

O extremismo islâmico, no seu discurso e na sua ação, ostenta a bandeira de um islão em permanente agonia, que mantém os seus fiéis na escuridão e incute na sociedade árabe uma conduta de violência, analfabetismo, misoginia e ignorância. Um obscurantismo e uma barbárie que duram há quinze séculos e que hoje se fazem sentir um pouco por todo o mundo, de Palmyra a Paris, do fracasso da Primavera Árabe ao ressurgimento do Estado Islâmico, e dos quais o Ocidente não pode ser ilibado de culpas.

Perante o silêncio e a hipocrisia que se instalaram tanto no Médio Oriente quanto no Ocidente, levanta-se a voz de um dos maiores poetas e pensadores do mundo árabe, Adonis, que, num conjunto de entrevistas dedicadas à temática da violência como elemento constitutivo do islão, reflete sobre a necessidade urgente de uma releitura e debate livres no seio da sociedade árabe, um novo tempo que do passado apenas invoque a luta pelo direito à diversidade e que condene o confronto. Um tempo de reconciliação.

«Descobri que toda a nossa história estava falseada, que ela fora inventada, e que aqueles que tinham criado a civilização árabe e a sua grandeza foram banidos, condenados, rejeitados, encarcerados e até crucificados. É necessário voltar a ler essa civilização de um modo diferente: com um novo olhar e com uma nova humanidade.»
Adonis

«A minha esperança é que o Estado Islâmico seja o último estertor desse islão. Como uma vela que, nos seus últimos instantes, tem um sobressalto antes de se extinguir.»
Adonis

CRÍTICAS DE IMPRENSA «Uma das vozes maiores da cultura árabe reflecte, neste livro contundente, sobre as origens da violência do Islão, a repressão das mulheres e o previsível fracasso da Primavera Árabe.»

Fernando Sobral, Jornal de Negócios

Detalhes:

Idioma: Português

Tradução: Manuela Torres

Autor: Adonis

Editora: Porto Editora

Ano: 2016

Nº Edição:

Descrição Física: 190 [1] p. ; 24 cm