Um Grão de Trigo / Ngugi Wa Thiong’o

Categorias: , Etiqueta:

10.00 

Esgotado

Descrição

Esta obra de Ngugi Wa Thiong’o, autor de Pétalas de Sangue, tem sido considerado em geral como um romance político que reflecte os altos e baixos da luta do povo do Quénia pela sua liberdade. A acção decorre na época que precedeu imediatamente a independência do Quénia, centrando-se na figura de Mugo, um agricultor tido por herói. No dia da independência é ele que, na sua aldeia, faz o discurso comemorativo. Todavia, o povo não sabe que Mugo foi um traidor, durante a luta dos Mau Mau.

Ngugi wa Thiong’o nascido a 5 de janeiro de 1938 é um escritor queniano, que escreveu obras em língua inglesa e que posteriormente tem escrito em língua gikuyu. A sua obra inclui novelas, peças teatrais, contos e ensaios, da crítica social à literatura infantil. É o fundador e editor da revista gikuyu Mutiiri.

Em 1977, Ngugi wa Thiong’o escreveu uma peça de teatro no seu Quénia natal que procurava libertar o processo teatral do que ele dizia ser “o sistema geral de educação burguês”, ao encorajar a espontaneidade e a participação da audiência na execução da peça. A peça não foi bem acolhida pelo autoritário regime queniano e o autor passou mais de um ano na cadeia.

A Amnistia Internacional tomou-o como prisioneiro de consciência, e o artista foi libertado da cadeia, saindo do país. Nos Estados Unidos, ensinou na Universidade de Yale durante alguns anos, e também na Universidade de Nova Iorque, nas áreas de “Literatura Comparada” e “Performance Studies”. Ngugi vê muitas vezes o seu nome nas listas de candidatos ao prémio Nobel da Literatura. Thiong’o retrata como poucos a luta pela independência do Quénia.