Os Galeões do Ouro / Robert Sténuit

5.00 

1 em stock

Descrição

(Da contracapa)

1702: Os galeões das frotas de Terra Firme e da Nova Espanha deixam Havana em direcção a Sevilha. Nos seus porões amontoam-se todas as riquezas das índias Ocidentais: ouro em lingotes, prata em barras. cofres atulhados de peças de ouro, madeiras preciosas… Ao largo de Espanha chega-lhes a notícia de que uma frota anglo-holandesa assedia Cádis. A frota espanhola, acompanhada por navios de guerra franceses, refugia-se na baía de Vigo. Aí, tem de enfrentar o inimigo e. ao cabo de uma terrível batalha. é inteiramente queimada. apresada ou afundada. Naquele dia, 23 de Outubro de 1702, tesouros incalculáveis desaparecem no oceano.
1954: Robert Sténuit tem 19 anos. Estudante de Ciências Políticas, decide abandonar os estudos e lançar-se na aventura. A aventura: pesquisar os tesouros dos galeões afundados na baía de Vigo. Mas a caça a uni tesoure não se improvisa. Primeiramente é preciso reconstituir a história das frotas, rebuscando nas bibliotecas. Depois. determinar os locais dos naufrágios dos galeões, tendo em conta as correntes, as marés Por fim, mergulhar. não para descobrir as carcaças dos navios pousados no fundo das águas. mas para tentar exumá-las do lodo, no qual se atolaram no decorrer dos séculos. É preciso, de facto, tornar-se uni arqueólogo do mar.

Detalhes: