O humanismo e os descobrimentos : na ciência e nas letras portuguesas do século XVI / R. Hooykaas

14.00 

1 em stock

Descrição

Os Portugueses dos séculos XV e XVI tiveram de assimilar uma multidão de novidades que frequentemente originaram sentimentos incompatíveis: orgulho pelas descobertas científicas, a par de humildade para com a alegada superioridade da herança cultural dos antigos, que teria possibilitado tais descobertas; orgulho pela expansão política e cultural, a par de vergonha pelos malefícios morais e sociais que trouxera consigo.
A história do século XVI, e especialmente a dos descobrimentos e conquistas desse período, está recheada de agudos contrastes: deparam- se-nos santos e piratas, gente ansiando por um Paraíso a ganhar e gente carpindo um Paraíso perdido, com gente nobre e baixa, generosa e cruel, de espírito aberto ou canhestras.
Se alguma vez uma literatura foi um espelho fiel da civilização da qual emana, essa é a literatura portuguesa do século XVI. Ela reflecte as reacções amplamente divergentes, e mesmo opostas, ao transtorno causado pelo confronto com uma nova situação geográfica e cultural. Ela mostra o nascimento de uma nova ciência, e mesmo de uma nova época da história da espécie humana: o mar, que sempre separara os diversos ramos da humanidade, começava agora a uni-los, e foi com «a abertura da porta do imenso oceano» pelos Por-tugueses que este novo desenvolvimento se iniciou.

Detalhes:

Idioma: Português

Autor: R. Hooykaas

Editora: Gradiva

Ano: 1983

Descrição Física: 136 p. ; 23 cm

Colecção: Construir o passado

Condição: Bem conservado