Luar de Mulher / Romain Gary

Categorias: ,

5.00 

1 em stock

Descrição

Numa recente entrevista, Romain Gary disse: «Há perto de cinquenta anos que nos vêm falando da crise dos valores. Há no entanto um valor bem vivo que nenhum sarcasmo, nenhum terrorismo intelectual, nenhum trabalho de sapa conseguiu diminuir: é o casal. Entendo como tal um homem que vive uma mulher, uma mulher que vive um homem. Para lá de qualquer noção «sexista», «separatista» homem-mulher, uma outra dimensão, um outro sexo, uma outra espécie, um outro país.»
Este novo livro de Romain Gary é um hino de amor a essa «terceira dimensão» do homem e da mulher: o casal.
A união de Yannik e de Michel é interrompida pela fatalidade. Mas um desespero de amor que desesperaria do amor é para eles uma contradição que não podem admitir. É preciso, portanto, triunfar da morte.
Yannik diz a Michel: «Eu vou desaparecer, mas quero continuar mulher. Ter-me-ás noutra. Vai ao encontro dela. Vai ao encontro de uma outra pátria feminina. A forma mais cruel de me esqueceres, seria renunciares a amar.» E assim surgiu Lydia e se reconstruirá, numa celebração apaixonada, acima do efémero, a pátria do casal onde «tudo o que é feminino é homem, tudo o que é masculino é mulher». Enquanto os amantes eternos são rodeados por esgares de máscaras barrocas, rictos de cinismo e de nada.

Detalhes do produto

Título Original: Clair de femme
Idioma: Português

Tradução: Helena Albarran

Autor: Romain Gary

Editora: Arcádia

Ano: 1979

Nº Edição:

Descrição Física: 119 [1] p. ; 20 cm

Colecção: Prazer do texto