As Árvores Têm Medo / V. Korolenko

6.00 

1 em stock

Descrição

V. G. Korolenko, nascido em 1853, e falecido em 1921, situa-se entre os maiores vultos do realismo clássico russo, que produziu homens da estatura de Tolstoi, Saltikov Chtchédrine, Gogol e Turguenev. É um intelectual profundamente ligado à sua terra, como acentuou Rosa Luxemburgo nestas linhas que tão bem o definem : «Korolenko é um escritor russo até à medula… Pouco será, com efeito, dizer que ama o seu país : mais do que isso, é um apaixonado da Rússia, um jovem apaixonado pela sua natureza, as belezas íntimas de cada uma das paisagens deste império gigantesco, de cada ribeirinho sonolento, de cada vale pacífico cingido de florestas e é um apaixonado pelo povo, pelos seus tipos… pelo seu humor natural e a sua alma profundamente meditativa». O leitor da obra de Korolenko, que hoje apresentamos, verificará a justeza destas observações e ainda das palavras de Gorki que a completam e nos lembram a causa do encanto irresistível que se desprende das páginas que nos legou: «Toda a vida se dirigiu heroicamente para a luz, por um caminho árduo, e difícil seria enumerar tudo o que V. Korolenko fez para apressar a aurora desse dia». Mas o leitor ainda terá ensejo de apreciar a arte incomparável deste grande artista, arte que enche de vida os mínimos pormenores de onde se abeira – sejam paisagens ou homens.

Detalhes do produto

Idioma: Português

Tradução: António Ramos Rosa

Autor: V. Korolenko

Editora: Portugália

Ano: 19--

Descrição Física: 303 [9] p. ; 17 cm

Colecção: O livro de bolso