A Fragata / C. S. Forester

A Grande Epopeia do Marinheiro Hornblower.

5.00 

1 em stock

Descrição

O Sutherland preparava-se para partir; no meio da agitação do último minuto, o capitão Hornblower percorria a largos passos o castelo da ré. Fervia interiormente, pensando no tempo necessário para estes preparativos finais. Dois terços dos tripulantes que se afadigavam nas pontes eram homens de terra que, na sua maior parte, — nunca tinham visto o mar e muito menos subido a bordo de um navio. As expressões mais triviais da marinhagem não tinham qualquer sentido para eles. Que poderia fazer com semelhante tripulação? Como impor-lhes um mínimo de disciplina?
Estas perguntas enchiam Hornblower de angústia, ao pensar no futuro da sua carreira. Sentia medo, um medo horrível semelhante ao que experimentara em cada batalha travada anteriormente.  Í
Sempre saíra vitorioso. Mas continuaria a sorte a estar do seu lado? Se fracassasse, o que pensaria Lady Bárbara? O que seria de Maria e do filho que ia nascer? O nome de Lady Bárbara estava intimamente ligado à glória da última viagem. Mas era agora a senhora Lighton e estava-lhe vedado pensar nela.
Sofria também por Maria. Antes de poder regressar a Inglaterra nasceria a criança, uma criança que, então, já teria um ano, talvez já tentasse os primeiros passos e balbuciasse as primeiras palavras.
Maria ficava sozinha durante aquele tempo todo, sem o seu amparo moral, que bem sabia Hornblower quanto lhe era necessário.
Sem dúv1da alguma, esta viagem começava pior que nenhuma outra. Tinha agora o coração mais preso à terra que deixava. Como acabaria?